Ceviche de Pitu ou camarão

Há alguns anos eu e Sales fomos convidados para um almoço na casa de uns amigos, cuja mulher é peruana. Nesse almoço fomos apresentados ao Ceviche. Uma maravilha da culinária peruana. Tratava-se de um peixe maravilhoso, marinado no limão com cebolas roxas cortadas à Juliana, acompanhado de batata doce e alface americana. Uma saborosa e refrescante refeição. Confesso que nunca comi uma que se igualasse a feita pela querida Lena, esposa de Lelê Teles.

Tenho alguns pitus (um crustáceo parecido com o camarão) no congelador e resolvi tentar fazer um ceviche com eles. Do meu jeito, com meu toque, o ceviche ficou bem gostoso.

20130808-131802.jpg

Confira a receita:

500 gramas de pitu ou camarão descascado;
02 limões siciliano ou galego;
01 tangerina;
01 tomate sem semente picado;
02 cebolas roxas cortadas à juliana;
01 pimenta malagueta em conserva ou 01 pimenta dedo de moça fresca;
01 colher de coentro picado;
01 colher de sobremesa gengibre ralado;
03 batatas doces cozidas em água e sal;
Alface americana.

Primeiramente prepare os pitus ou camarões, despejando-os em água fervente por 30 segundos e passando-os imediatamente para uma tigela com água gelada, sal e gelo, a fim de interromper seu cozimento.
Escorra e reserve. Esprema os limões com as mãos e penere para evitar os bagaços. Adicione os pitus, as cebolas e a pimenta. Deixe marinar por aproximadamente 30 minutos. Escorra o líquido, acrescente mais um limão espremido e a tangerina. Acrescente o tomate, o coentro, a pimenta e o gengibre.

Sirva com alface e batata doce.

Advertisements

Buraco quente

O buraco quente é um sanduíche tipicamente brasileiro. Vale por uma refeição! Originalmente é composto, basicamente, por pão francês, carne moída, molho de tomate e queijo, mas pode ser adaptado a todos os gostos: Frango com catupiry, vegetariano, de calabresa, charque desfiada, etc.

Resolvi modificar um pouco a receita em virtude do pão que fiz essa semana. Ele ficou maravilhoso. Sequinho e com a casca crocante. Como não era um pão muito grande fiz o buraco quente diferente.

Caso não tenha um pão italiano bola pequeno, faça no francês mesmo. Se fizer no italiano você precisa, primeiramente fazer um corte em forma de tampa (não muito grande). Depois, cuidadosamente retirar um pouco do miolo e apertar o restante contra a casca. Se for no francês, basta empurrar o miolo contra a casca.

.Buraco quente no pão italiano

Vamos aos ingredientes do molho:

½ quilo de carne moída, de preferência com pouca gordura;

02 tomates cortados em cubo, ou 01 lata de tomate pelado (escorrida);

04 dentes de alho amassados;

01 cebola cortada em cubinhos;

01 caldo de carne  dissolvido em 01 xicara de água morna;

Sal,

Pimenta do reino ou pimenta calabresa,

Azeite,

Manjericão ou cheiro verde,

Em uma panela refogue o alho no azeite. Acrescente a cebola e refogue por dois minutos. Acrescente a carne e a pimenta. Mexa no fogo até que tenha reduzido bem a água. Junte o tomate e o caldo de carne. Acerte o sal. Deixe no fogo até que o tomate tenha quase desmanchado. Acrescente o manjericão. Deixe no fogo baixo por mais um minuto e estará pronto. Caso fique muito seco, acrescente um pouco mais de água e leve ao fogo novamente.

A montagem é simples: Enrole fatias de queijo prato e as acomode no pão italiano,  ou francês. Recheie com o molho de carne moída e, voilá, temos o autêntico e delicioso, buraco quente.

Sirva imediatamente.

Essa receita rende aproximadamente 06 buracos quentes no pão francês ou, dois no italiano. O que me faz gostar dela no italiano é a delícia de quebrar delicadamente as lascas de pão e mergulhar no recheio. Para uma noite de frio não tem melhor pedida.

Bon appetit!

Pão Italiano Diferente

 

Adoro modificar receitas. Viajo completamente quando estou na minha cozinha. Gosto de experimentar, improvisar, modificar…tudo seguindo meus instintos. Sem aquele compromisso de “Dar Certo”. É gostoso! Como diria Claude Troisgros, é a “Cozinhaterapia”.

Essa semana modifiquei uma velha receita de pão. Foi sutil, mas agradável, o resultado. Um único ingrediente pode às vezes nos surpreender de uma forma maravilhosa.

 

Imagem

Sem mais delongas, vamos aos ingredientes:

½ quilo de farinha de trigo;

01 xícara de fubá de milho;

01 ovo;

500 ml de leite morno (não pode ser quente);

03 colheres (sopa) de açúcar;

01 colher (sopa) de sal;

01 colher (sopa) rasa de fermento biológico instantâneo;

½ xícara de óleo ou azeite.

 

Despeje a farinha de trigo e o fubá numa superfície lisa ou tigela grande. Misture o sal e açúcar. Faça um buraco no meio como se fosse um pequeno vulcão. Dentro do vulcão adicione o óleo e o ovo. Vá misturando todos os ingredientes de fora pra dentro. Acrescente o fermento. Misture e, aos poucos, vá acrescentando o leite até que a massa adquira um ponto em que nem grude nas mãos, nem fique como uma rocha. Ela deve ser macia. Gostosa de pegar. Sove a massa por aproximadamente 15 min. Deixe descansar por 30 min numa tigela coberta por um pano de prato úmido. Passada a meia hora, sove mais um pouco a massa e divida em duas partes iguais. Faça duas bolas e já deixe-as nas formas. Faça um corte parecido com o “jogo da velha” (#) e espere até que a massa tenha dobrado seu volume (aproximadamente 1h). Leve ao forno pré-aquecido, na temperatura baixa por mais ou menos 40 minutos.

Agora, é só saborear!

 

PS: O Pão da foto já havia sido cortado para ser, em seguida, recheado. Como tem uma casca um pouco mais dura, você pode servir sopas, caldos ou cremes dentro.

Focaccia com alecrim

Faz tempo que não posto uma receita nova. Seguindo a linha de minhas últimas postagens, hoje trago uma das maravilhas italianas: Focaccia! Sem mais delongas, vamos aos ingredientes:

500 gramas de farinha de trigo;
300 ml de água morna;
1/2 copo de azeite;
01 colher de sobremesa de sal;
01 colher de sobremesa de açúcar;
01 colher de sopa de fermento biológico seco;
Sal grosso;
Alecrim;
Azeite para pincelar.

Em uma vasilha despeje a farinha, o azeite, o sal e o açúcar. Misture bem. Acrescente o fermento e misture mais. Adicione a água morna aos pouco. O ponto é aquele em que a massa desgruda das mãos. Sove a massa por 15 minutos. Deixe descansar por 15 minutos. Sove a massa novamente e abra com o rolo. Forme rocamboles e volte a abrir a massa. Por fim, arrume a massa numa forma retangular. Pressione com a ponta dos dedos deixando a massa de maneira irregular. Deixe crescer por aproximadamente 01 hora. Pincele com azeite, salpique sal grosso e alecrim. Leve ao forno médio por aproximadamente 45 minutos ou até que esteja dourado.

Bom apetite! 🙂

20130720-181414.jpg

Mini churros com doce de leite

Quem não gosta de churros??! Eu adoro e aprendi essa receita fácil e básica para alegrar ainda mais essa tarde de São João.

20130623-155220.jpg

Prepare aí os ingredientes dessa gostosura:

▶️01 colher de sopa de manteiga;
▶️01 xícara rasa de farinha de trigo;
▶️02 xícaras de água;
▶️01 copo de doce de leite cremoso;
▶️1/2 copo de leite;
▶️01 xícara de açúcar;
▶️canela em pó;
▶️óleo para fritar.

Misture a água e a manteiga e leve ao fogo brando. Quando levantar fervura vá acrescentando a farinha de trigo até que comece a desgrudar da panela. Reserve e deixe esfriar.
Enquanto isso prepare o doce de leite. Misture o doce com o leite e leve ao fogo para que fique mais maleável como uma calda. Reserve.

Quando esfriar a massa de farinha coloque numa máquina própria pra churros ou em um bico de confeiteiro. Esprema diretamente no óleo fervente formando os pequenos churros. Frite até dourar.
Retire é deixe sobre o papel toalha. Depois de escorrer, passe os mini churros numa mistura de açúcar com canela.

Sirva com a calda de doce de leite.

Bom apetite!

Pão de milho de liqüidificador

Coisa boa é comer o que se tem vontade. Hoje resolvi adaptar a receita de pão de liqüidificador. Acredite: ficou ainda mais gostoso que o original.

Anote aí os ingredientes:

▶️01 ovo,
▶️1/2 xícara de óleo,
▶️1 1/2 xícara de leite,
▶️01 colher (sobremesa) de sal,
▶️03 colheres (sopa) de açúcar,
▶️01 colher rasa (sopa) de fermento
biológico seco,
▶️01 xícara de fubá,
▶️02 xícaras de farinha de trigo.

Fazer é fácil. Bata no liqüidificador os líquidos, o açúcar e o sal. Depois de bem misturados acrescente o fermento. Continue batendo e junte as farinhas.
Unte uma forma inglesa com óleo e despeje a mistura. Deixe descansar por 30 min e leve ao forno baixo por aproximadamente 45 min ou até que doure.

Bom apetite!

20130623-145936.jpg

Pão de liquidificador

Dia de chuva pede um pãozinho quente. Se for com uma manteiga derretendo e um cafezinho com leite, melhor ainda.

Já tentei várias receitas de pão e a melhor (custo-benefício-praticidade) foi esta.

Ingredientes

04 xícaras de farinha de trigo
02 xícaras de leite morno
01 colher (sopa) de fermento biológico seco
03 colheres  (sopa)de açúcar
03 colheres (sopa) de óleo
01 colher  (sobremesa) de sal
01 ovo

Modo de fazer

Coloque todos os ingrediente no liquidificador, iniciando pelos líquidos. Caso seu liquidificador não seja muito potente, deixe para misturar a farinha de trigo numa tigela. A massa não ficará consistente a ponto de formar os pães, por isso você deve despejar numa forma untada de óleo ou antiaderente.

Tempo de cozimento: 40 min em fogo baixo.

Uma dica bem importante: Não misture diretamente o sal com o fermento.

Agora é só preparar o cafezinho e bon appetit

Receita de panqueca rosa com recheio de atum

Eu voltei!

Agora prá ficar

Porque aqui!

Aqui é meu lugar

Eu voltei pr’as coisas

Que eu deixei

Eu voltei!… (Roberto Carlos)



Peço desculpas pela demora no retorno, mas voltamos com força total. A novidade é a seção Marmitex onde trarei receitas para quem, como eu almoça no trabalho.
Para o primeiro post, eu trago a receita de uma panquequinha cor-de-rosa com recheio de atum e milho verde.
Para a massa da panqueca você vai precisar de ¾ de xícara de farinha de trigo, ¼ de amido de milho, 1 e ½ xícara de leite morno, 1 ovo, 1 pedacinho de beterraba (para dar essa corzinha maravilhosa), 2 colheres de sopa de óleo, uma pitada de sal, uma pitada de pimenta branca, 2 colheres de sopa de queijo parmesão ralado. Bate todos os ingredientes no liquidificador, iniciando pelos líquidos.
Em uma frigideira antiaderente e apenas num fio de óleo frite uma a uma.
Para o recheio use uma lata de atum light, refogado em um fio de azeite. Acrescente ½ lata de milho verde escorrido e uma pitada de orégano.
Depois de rechear as panquecas, disponha uma a uma no refratário e cubra com molho de tomate (pode ser o pronto) e parmesão ralado.

Cocada de coco queimado ou cocada preta

Vamos a mais uma Gordice de São João: A cocada. Seja preta, branca, mole, de coco verde ou de leite condensado, ela sempre faz o maior sucesso nas noites juninas.
Cocada de coco queimado ou cocada preta
Ingredientes
01 1/2 kg de coco ralado
01 1/2 kg de açúcar
01 litro de água
04 cravos-da-índia
02 canelas em pau
Modo de Fazer
Coloque o açúcar em uma panela e leve ao fogo mexendo sempre até caramelizar.  Junte a água e deixe formar uma calda espessa. Adicione os demais ingredientes mexendo sempre, até dar o ponto.

Bolo de banana com canela

Bolo de banana com canela
 E mais uma receita que alegra ainda mais nossos festejos juninos: Bolo de banana com canela. Tenho duas receitas muito boas. Breve preparo e posto a outra.
A foto  é minha, mas o  bolo não fi que fiz.
Bolo de banana com canela
Ingredientes

07 bananas nanicas bem maduras
03 ovos
100 gramas de margarina
01 xícara (de chá) de leite
01 colher (de sobremesa) de canela em pó
02 xícara (de chá) de açúcar
02 e ½ xícaras (de chá) de farinha de trigo
01 colher (de sopa) de fermento em pó
Modo de Fazer
Bata as bananas no liquidificador. Reserve. Ainda no liquidificador, bata os ovos, a margarina, o leite, a canela em pó e o açúcar.
Pegue esse líquido e leve-o para uma tigela, junte a farinha, o fermento e a banana reservada.
Coloque em uma forma untada e enfarinhada.
Polvilhe com açúcar com canela e asse em forno alto, preaquecido por aproximadamente 30 minutos ou até dourar.